Crueldade: Homem incomodado com latidos,decepa patas de cachorro e o deixa agonizar até a morte

Na delegacia, Sandro Pereira de Melo confessou o crime e ainda relatou ter matado outro cachorro a pauladas pelo mesmo motivo.

Com um podão (ferramenta usada para cortar madeira), um homem cortou duas patas de um cachorro e o deixou sangrar até a morte. O caso aconteceu na cidade de Iporá, no estado de Goiás. Segundo a polícia, o homem mutilou o animal porque estava incomodado com os latidos dele. O crime aconteceu em março, mas só na segunda-feira, 29 de maio, o autor foi localizado e detido.

O cachorro foi encontrado já sem vida na sede da ONG Associação Vida, que resgata e abriga animais de rua, em 27 de março. Com o auxílio de imagens de câmeras de segurança, a Polícia Civil goiana conseguiu identificar o autor do crime: Sandro Pereira de Melo, que mora ao lado da instituição.

Preso autônomo de 42 anos suspeito de cortar patas de cachorro e deixá-lo morrer em Iporá Goiás

À polícia, Sandro confessou o crime. Detalhou que primeiro deu uma paulada no cão e em seguida decepou suas duas patas dianteiras. O agressor ainda arremessou o cachorro na ONG, ainda com vida, onde o bicho agonizou até morrer.

O acusado não demonstrou nenhum arrependimento e disse que os latidos do cão o incomodavam demais. Ele inclusive contou que matou outro cachorro, a pauladas, por causa do barulho que fazia.

Após prestar depoimento, Sandro foi liberado e vai responder em liberdade por mutilação e maus-tratos a animais, previsto na Lei Ambiental. A pena para esse crime varia de três meses a um ano de prisão.

Homem confessou ter arrancado patas de cachorro usando podão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *