Ex-jogador Edílson é preso pela 3ª vez

A detenção aconteceu na tarde desta terça-feira, 15, em Salvador.

Pela terceira vez, o ex-jogador de futebol baiano Edílson da Silva Ferreira, o Edílson Capetinha, foi preso por falta de pagamento de pensão alimentícia para o filho.

A detenção aconteceu na tarde desta terça-feira, 15, em Salvador, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela 2ª Vara de Família de Brasília (DF).

Edílson foi detido em local não divulgado pela polícia e conduzido até o Complexo Policial dos Barris, onde permanecia preso até a noite desta terça.

O ex-atleta foi preso pela primeira vez há cerca de três anos, em março de 2014, quando foi localizado por uma equipe policial na avenida Garibaldi.

No mês de julho de 2016, o Capetinha foi detido em Brasília, segundo informações divulgadas à época, por uma dívida de cerca de R$ 430 mil em pensão alimentícia.

Carreira

Edílson deixou o futebol em 2010, quando estava no Bahia. Em quase 20 anos de carreira, defendeu Vitória, Palmeiras, Corinthians, Flamengo e Cruzeiro. Com a Seleção Brasileira, foi campeão mundial na Copa do Japão e da Coreia do Sul, em 2002.

No Palmeiras, foi um dos principais jogadores no bicampeonato paulista de 1993 e 1994 – também ajudou na conquista do Brasileirão de 1993.

Em 1997, foi para o Corinthians, após passar pelo Benfica e pelo Kashiwa Reysol. Com a camisa corintiana, faturou mais dois títulos nacionais (1998 e 1999), além do Paulistão e do Mundial de Clubes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *