Justiça suspende concurso da Prefeitura de Itaberaba por suspeita de fraudes

A Justiça determinou a suspensão do concurso para a contratação de novos servidores municipais para Itaberaba. A decisão da juíza Catucha Moreira Gidi tomou por base uma Ação Civil Pública (ACP) movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) que apontava indícios de irregularidades e “falhas que comprometeram a lisura” do certame nº 002/2016.

O concurso já vinha sendo questionado por vereadores e por candidatos “fizemos um requerimento solicitando diversas informações ao município e a empresa. Já suspeitávamos de fraude no concursos. Desde quando escolheram a empresa vinha denunciando as irregularidades” afirmou o vereador Ricardo Pimentel (PV).

Dessa forma, todas as etapas do processo foram suspensas e o Município não devera repassar qualquer pagamento ligado ao certame à empresa Solução.Gov, responsável pela elaboração e aplicação das provas.

Na ACP, ajuizada pela promotora de Justiça Maria Anita Araruna Correa sustentou que nem todos os candidatos tiveram suas inscrições confirmadas antes da aplicação da prova. Destacou ainda que os cadernos de prova continham o brasão do Município de Tanquinho e questionou o conteúdo da prova, dentre outras irregularidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *