Novo decreto de Michel Temer dificultará aumento na conta de luz

Um decreto publicado nesta quarta-feira (03) pelo Ministério de Minas e Energia será corrigido no Diário Oficial nesta quinta (04) por ter sido considerado ambíguo. No texto publicado, cabia uma interpretação de aumento de tarifa elétrica para os consumidores.

A versão de amanhã corrigirá o problema e deixará claro que as distribuidoras de energia terão um perdão em relação a seus investimentos, mas os consumidores não serão penalizados por isso. As informações são da coluna Radar Online, da revista Veja.

De acordo com a publicação, o presidente interino, Michel Temer (PMDB), havia pedido para que a conta não fosse repassada para os clientes das empresas e, por conta disso, o decreto demorou cerca de 30 dias para ficar pronto. Mesmo assim, terá que ser alterado por causa do texto, que permite mais de uma interpretação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *