Três ficam feridos após desmoronamento em garimpo de ametista na BA

O acidente aconteceu no garimpo de ametista no povoado de Quixaba.

Três pessoas ficaram feridas após um desmoronamento de terra em garimpo de ametista na Bahia. O acidente aconteceu na tarde desta terça-feira, 13, no povoado da Quixaba, a 54 quilômetros do município de Sento Sé, no Norte da Bahia (a 700 quilômetros de Salvador).

Duas das vítimas, Cleois, filho de Cleomar; e Biel, filho de Nielson, tiveram ferimentos leves, recebendo alto no mesmo dia. Já Valdeir Rodrigues Almeida, de 44 anos, conhecido como “Tuxinha”, sofreu uma fratura na perna, tendo que ser transferido para o Hospital Sote, em Juazeiro, pois nenhuma unidade de saúde de Sento Sé realizava a operação. Segundo informou o hospital, o garimpeiro está internado para a realização da cirurgia na quinta-feira, 15. Ele deve ser liberado ainda na sexta-feira, 16.

O superintendente do Departamento Nacional de Produção Mineral da Bahia (DNPM), Raimundo Sobreira, foi procurado na manhã desta quarta-feira, 14, pela equipe de reportagem do Portal A TARDE, e informou que assim que soube do acidente ligou imediatamente para a prefeita de Sento Sé, Ana Passos (PSD).

De acordo com Sobreira, tudo não passou de uma “bobagem”. “Um dos garimpeiros teve uma fratura na perna e outro teve um ferimento no braço, mas foi coisa simples. Está todo mundo bem. Esse do braço fez um curativo e voltou no mesmo dia para trabalhar”, minimizou.

O DNPM é o órgão responsável pela fiscalização das atividades de mineração.

Sobreira anunciou ainda que na próxima segunda, 19, a equipe do DNPM vai visitar o garimpo e irá lacrar os serviços (também conhecidos como cortes) que estiverem oferecendo riscos aos trabalhadores. “Só vamos manter os que estiverem devidamente enquadrados, conforme a nossa visão, para que não aconteça coisa pior”, afirmou.

O garimpo de ametistas foi descoberto no povoado de Quixaba (a 54 km de Sento Sé), há cerca de dois meses. A estimativa da prefeitura é de que oito mil pessoas tenham ido à cidade em busca da sorte grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *